Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO - BRASIL - MÊS DE NOVEMBRO DE 2016

No Momento "A SÓS COM DEUS", a Mãe Unida em Oração escolhe a hora mais apropriada, diariamente, e ora de 3 a 7 minutos por um dos filhos (biológico, adotivo ou espiritual), pela escola e pelo pedido do dia que está no Calendário Nacional de Oração, enviado para todas as Mães que pertencem ao Ministério, em PDF.

O Calendário não substitui o encontro semanal dos PGOs - Pequenos Grupos de Oração de Mães Unidas em Oração.

Se alguma mãe, que pertença ao Ministério, não recebeu o seu Calendário Nacional de Oração é só nos enviar um e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe Unida em Oração é apenas instrumento nas mãos de Deus. Quem é digno de toda honra e de toda Glória é o Senhor Jesus Cristo! É Ele quem guerreia "com" e "através" de nós! (Efésios 6: 10-20).

Somos apenas servas!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org

sábado, 29 de outubro de 2016

CONSTRUINDO GRUPOS FORTES

1. A líder é bem treinada. 
Ela ORA usando os quatro passos de oração em concordância durante uma hora. Ela é preparada. Uma líder bem treinada estará confiante e animada com o privilégio de discipular suas mulheres em como orar de forma eficaz e poderosamente. 

Seus membros vão convidar outras mães para o grupo. Elas também irão lançar a visão para outras mulheres que conhecem, desafiando-as a aderirem ou iniciar um PGO - Pequeno Grupo de Oração e adotar uma escola. A multiplicação vai acontecer.

2. A líder é entusiasmada
Ela não vê esta hora como um fardo, mas de mudança de vida para si mesma e para as demais mães de seu grupo. Ela sabe que a oração funciona e que há grande poder lançado em oração corporativa.

Há um princípio de oração em Deuteronômio 32:30: "Como poderia ser que um só perseguisse mil, e dois fizessem fugir dez mil, se a sua Rocha os não vendera, e o Senhor os não entregara?"

Quem não gostaria de orar com outra mãe se as suas orações serão 10 vezes mais poderosas? Esta é a melhor decisão para você investir uma hora de sua vida.

3. A líder está comprometida
Ela sabe que Deus abençoará sua obediência. Ela está empenhada em estar pronta com sua folha de oração, e compromete-se a orar pelas mães em seu grupo.

4. A líder leva a vida com um coração purificado
Ela não é perfeita, mas perdoada. A líder habitualmente tem um tempo de silêncio. Ela é intencional sobre reservar tempo para passar com Jesus, mantendo-O como seu primeiro amor. Ela é a modelagem de Jesus para outras mães do seu grupo. Ela não pode levar suas mães a uma maior intimidade com Deus se ela não crê no poder da oração.
Como a líder caminha,  assim vai o grupo! Ela está realmente compormetida levando cada mãe de seu grupo para uma caminhada pessoal com o Senhor.

5. A líder é o estabelecimento de um senso de comunidade
Mulheres querem pertencer. Elas querem um lugar onde se sintam seguras, amadas e aceitas sem condenação.

6. A líder lidera com integridade.
Ela sempre começa e termina no tempo.
Ela leva em oração as solicitações e ações de graças, em vez de compartilhá-las primeiro.
Ela encoraja as demais mães a virem mais cedo ou ficar depois, se elas desejam mais tempo de comunhão.

7. Ela está empenhada em estar presente todas as semnas.
Ela sempre salienta confidencialidade. O grupo será sustentável e a líder será respeitada.
Nós agradecemos os testemunhos de mães que começaram a orar num grupo de oração quando seus filhos eram pequenos, na Educação Infantil, depois no ensino fundamental depois entraram para o ensino médio e, em seguida para a Universidade. 
Alguns grupos continuaram por mais de 20 anos. Imagine as muitas orações respondidas, tantopara os filhos quanto para as escolas.

8. A líder mantém a visão mundial de Mães UNidas em Oração antes de formar seu PGO.
Seu grupo será parte de milhares e milhares de mães orando juntos ao redor do mundo.
As mães querem ser parte de um discipulado abençoado por Deus. Um ministério de multiplicação. Elas querem ser parte de um Ministério onde há colheita e renascimento. Eles querem ser parte de um investimento eterno na vida dos filhos e da escola em todo o mundo.

9 . A líder participa das reuniões de Liderança
Ela será habilitada, encorajada, equipada, bem como recebeá atualizações e informações importantes.

QUAIS SERÃO OS RESULTADOS / BENEFÍCIOS DE UM GRUPO FORTE?

As mães terão respostas à oração.
As 
mães vão crescer em sua fé e sua relação com Cristo.
As 
mães vão sentir e saber que o Rei Jesus está sempre presente no seu grupo. Concordando em oração umas com as outras terão suporte espiritual em todas as esferas.
Desejando que a vontade do Mestre seja feita, mostrará total humildade e submissão de cada mãe.
Trabalhando a Sua Palavra, no aráter, nome ou atributo de Deus, cada mãe será fortificada na fé e no conhecimento.
As mães serão comprometidas, tendo fé, coragem e perseverança na oração. 

Quem iria querer perder esta poderosa hora de oração eficaz? 
Elas vão aprender a amar a disciplina e a estrutura da hora de oração. Elas sabem que vão orar e não falar.  As mães se tornarão as maiores relações publicas do Ministério.

ESPERAR DA COLHEITA!
Viver numa atitude de expectativa de grande colheita: salvação dos filhos, tranformação, renascimento na sua escola; cada PGO com a escola adotada coberta em oração. Ore por abundância – dupla bênção.

"…até agora (hoje) Eu anuncio que vou restaurar o dobro (duplo) para você." (Zacarias 9:12)

O dobro do número de escolas recebendo orações.
O dobro do número de membros do seu grupo. Vários PGOs. Várias líderes.
Dobrar as oportunidades para falar sobre Mães Unidas em Oração para mães em todoas os locais onde estiver: esolas; igrejas, Estudos bíblicos, vizinhos, etc.

Não desista!
A partir de Atos 20:22, ORE para que você dirigida pelo Espírito Santo tendo um profundo senso de dever para com o Mestre que a chamou para servir neste Ministério, apesar de todos os obstáculos, não desista!  Há uma colheita de almas a ser colhida.


Não duvide!
CREIA que Deus está trabalhando - "Porque nós andamos pela fé, não pela vista." (2 Coríntios 5:7)

Nossa oração é para você em Salmo 65:11: "Coroas o ano com a tua bondade, e por onde passas emana fartura..."

Seu campo pode não parecer grande coisa para um olhar destreinado… 
Mas está escondido e há potencial. Grandes coisas podem acontecer. Terra estéril pode tornar-se um campo fértil. Solo infertil de hoje detém colheita de amanhã! 
Colocando energia em coração frio, em um solo vazio não é um desperdício de tempo. Só porque não há nenhuma evidência de vida agora, não significa que nunca poderá acontecer. Há potencial no invisível!
Mas antes da colheita, há trabalho a ser feito. Há sementes a serem plantadas, fertilizante a ser aplicado, ervas daninhas a serem aniquilados e oração a ser feita. É preciso tempo e um monte de trabalho duro.

Que venha o tempo de colheita, TUDO VALE A PENA!!

(Moms in Prayer International/Adaptado por Jane Esther de um artigo de Brian Wechsler)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

DEZ MOTIVOS QUE LEVAM OS FILHOS A SE TORNAREM DELINQUENTES:

1- Mãe que dá ao filho tudo que ele pede:
A criança crescerá pensando que tem direito a tudo que desejar.

2-Mãe que ri,  quando o filho fala palavrões:
A criança crescerá pensando que o desrespeito é normal e engraçado.

3- Mãe que não repreende o filho por mal comportamento:
A criança crescerá pensando que não existem regras na sociedade.

4- Mãe que limpa a bagunça do filho:
A criança crescerá pensando que os outros podem assumir suas responsabilidades.

5- Mãe que deixa de assistir TV porque o filho grita quando tira do desenho:
Crescerá pensando que não há diferenças entre adulto e criança.

6- Mãe que deixam que os filhos ouçam músicas que vulgarizam a mulher, estimulam sexo sem compromisso e a violência com o diferente:
Crescerá desvalorizando a mulher

7- Mãe que dá ao filho dinheiro a hora que quer:
Crescerá pensando que dinheiro é fácil e não exitará em pegar mais

8- Mães que se colocam sempre a favor do filho, independente de estar certo ou errado:
Crescerá acreditando que os outros o perseguem quando for contrariado.


9. - Mãe que não dá limites ao filho em nenhuma situação
Crescerá sendo um filho insubordinado

10 - Mãe que n
ão leva o filho para EBD, mas deixa-o em casa descansando da semana:
Crescera sem os preceitos, valores do Senhor Jesus!


PORTANTO:
Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se 


desviará dele. (Provérbios 22:6)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

O TEMPO DE DEUS É PERFEITO


"Minha filha estava feliz e sonhando com um futuro promissor, fazendo a Universidade de Tecnologia da Informação, já no último ano e, trabalhando em uma empresa boa, recebendo um bom salário.
Naquele último ano ela encontrou um rapaz na Universidade e, logo começou a namorar...
Tudo ia bem até que o namorado começou a tomar posse da vida dela ao ponto de dizer o que ela podia ou não fazer...
Minha filha, com 23 anos estava totalmente dominada por aquele homem...
Ela era nossa filha única, depois de 3 abortos sofridos. Foi um gestação difícil, e quando ela nasceu foram momentos de extrema alegria e gratidão a Deus....
Eu e meu esposo, começamos a perceber que as coisas iam muito mal com nossa filha. O namorado chegou ao ponto de proibi-la de participar da equipe de Cânticos da Igreja Maranata, onde congregávamos alegando que o tempo que ela gastava ali, era para estar com ele. Uma relação doentia.
Nós conversamos com ela, mas ela estava totalmente cega, apaixonada, deslumbrada. Dizia que nós estávamos enganados.. Que não via nada de errado na relação.
Em minha igreja tem uma mãe que faz reunião em sua casa com um grupo de mães que oram pelos filhos. Pedi a ela que colocasse o nome de minha filha Melissa em oração.
Aquela irmã me convidou para eu ir na reunião para também começar a interceder por minha filha.
Ela me explicou o que era o Ministério Mães Unidas em Oração... Assim fiz.
Quando cheguei na casa dela fui muito bem recebida por ela e pelas demais mães do grupo. Éramos 8 mães. Ela começou falando que Deus é fiel é que as promessas d'Ele são cumpridos mediante a nossa fé.
Nós dividimos em dois grupos e, na hora da intercessão, compartilhei a situação de minha filha Melissa e cada uma orou por ela. Entregamos Melissa ao Senhor. Foram momentos de clamar a Deus e chorar na presença d'Ele.
Toda semana ia para a reunião, aguardando o tempo de Deus.
Dentre tantos sofrimentos, e aguarda do a ação de Deus, um dia minha filha precisou fazer um trabalho para Universidade e, no dia da reunião do grupo, o namorado disse que ela não iria. Que ela só poderia ir se ele fosse, mas como ele não poderia acompanhá-la naquele horário, ela não iria..
Minha filha começou a ver que a situação não era bem o que ela esperava e, percebi que ela estava começando a ser despertada. Ela ficou triste e disse que iria fazer o trabalho e, que eu iria junto...
Fomos para a reunião, ela fez o trabalho e, voltando para casa, ela me disse: "- Mãe, estou namorando o Jefferson já faz um tempo e tenho percebido que ele tem tomado posse da minha vida... Vocês já tinham me alertado, mas eu não estava vendo.... Não tenho mais condições de continuar esta relação, mas estou com medo de terminar.... O que devo fazer?
Eu disse que estávamos em Oração é, que Deus iria agir.
Minha filha é uma menina muito especial e estava sofrendo muito...
Dias depois meu esposo chegou em casa e disse que foi convidado pela empresa para trabalhar em uma filial em outro estado....
Vi a resposta de Deus para aquela situação.
Falei com ele sobre a conversa que tive com Melissa e, ele disse que sentia que deveria aceitar o convite.
Disse que Melissa iria conseguir um emprego no outro estado e, que Deus iria conduzir tudo.
Assim, no dia seguinte conversamos com ela toda a situação... Ela ficou feliz e, disse que faltava pouco para a formatura e, que iria conosco.
Meu esposo pediu que ela falasse isso para o namorado lá em casa, pois ficou apreensivo com a atitude dele.
Naquela semana falei com o grupo o que estava acontecendo...
No dia marcado minha filha falou com ele que o pai iria mudar para outro estado e, que ela iria com eles e, que estava terminando a relação...
Foi uma cena terrível. Ele disse que se ela terminasse com ele que ela não iria mais para ligar nenhum e a ameaçou...
Ficamos apavorados e, minha filha também.
Durante os dias que antecederam a formatura, tanto eu como meu esposo a acompanhávamos em todos os locais...
Clamamos muito pela vida dela em nosso grupo de oração.
Começamos todo o preparativos da mudança, para o dia seguinte da formatura...
Fui na reunião do meu grupo de oração e disse para minha Líder que iria formar um grupo onde eu fosse e, pois Deus agiu poderosamente em nossa família para que o pior não acontecesse.
Graças a Deus Melissa se formou, nos mudamos para outro estado.
Formei meu grupo de Mães Unidas em Oração, Melissa começou a trabalhar e a atuar novamente na Igreja.
Um dia estávamos na mesa almoçando e ela disse: "Deus vai me dar uma pessoa que seja bênção na minha vida.
Assim aço teceu. Três a os depois, minha filha conheceu no trabalho um rapaz da igreja batista que tinha sido remanejado de outro estado para a empresa dela, começaram a namorar, ficaram noivos, se casaram e hoje, sou avó de dois netinhos lindos.
Sou muito grata ao meu Deus por tudo. O tempo de Deus chegou e, é perfeito!"

Lygia Thomaz Domingues 
Lider de Mães Unidas em Oração em Porto Alegre, RS
(O testemunho foi publicado com autorização da mãe e filha)

Se Deus tocou em seu coração para participar deste Ministério que tem feito a diferença na vida de mães em 146 países, e formar seu PGO - Pequeno Grupo de Oração, faça sua inscrição online através do link abaixo:

Estaremos aguardando você!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

MEU FILHO PRECISA DE MIM?


Helena corria para chegar a tempo no trabalho, torcendo para que o engarrafamento não fosse muito demorado, que o ônibus não estivesse tão lotado e que o trem não estivesse parado. Na sua mente tentava organizar o dia, espremendo os muitos compromissos entre a lista de pedidos da família: passar no banco, pagar a conta de telefone, comprar o remédio do Pedro, levar os salgadinhos na festa da professora da Renata, levar aquela calça de seu marido para ajustar a bainha, marcar aquela consulta médica já por tanto tempo adiada.

Depois de um dia de trabalho intenso chega em casa e as tarefas continuam. Enquanto tenta adiantar o jantar confere os deveres de casa dos filhos ouvindo o relatório interminável da filha explicando como os meninos são terríveis e por isso ela não conseguiu prestar atenção na aula! Coloca a roupa para lavar sonhando com um banho quente, demorado e relaxante! Arruma a cozinha, põe o frango para descongelar e antes de dormir faz a última pergunta: filho, você precisa de mim? Então, boa noite, Deus te abençoe!

Na manhã seguinte acordou com a resposta numa folha de caderno em cima da mesa: “ - Mamãe, você me perguntou se precisava de você?”

Minha resposta é: “- Preciso sempre de você...
Preciso de seu amor, de sua presença, de seu carinho e de seu calor;
Preciso de sua palavra, de seu conselho, de sua visão abrangente e de sua aprovação;
Preciso de seu sorriso, de sua alegria, de seu ânimo e de seu entusiasmo;
Preciso do seu jeito de me fazer sentir importante;
Preciso de seu abraço, de seus beijinhos apertados e de seu aconchego.
Preciso de você de tantas maneiras e jeitos que a vida nem faz sentido sem você.
Sim mamãe, preciso de você a cada momento!
Teu filho...”

Somos mães modernas, descoladas, despachadas, superdinâmicas, atarefadas, trabalhadoras, batalhadoras, super-protetoras, preocupadas e ansiosas. Sim, conquistamos nosso espaço na sociedade e a mídia nos lembra a todo o momento que temos direito de nos realizarmos.

Merecemos isto, com certeza, mas o mundo esquece-se de mencionar que nossa realização também passa por vermos nossos filhos realizados, seguros e felizes. Raramente refletimos a respeito do que realmente nossos filhos precisam. Às vezes as respostas são bem simples, mas mesmo em sua simplicidade podem nos emocionar. Recordo-me do desabafo entre lágrimas de uma profissional muito bem sucedida que tentava ser a melhor mãe do mundo, mas esquecia das coisas essenciais, que não têm preço.

Nossos filhos não precisam de mais brinquedos nem do celular de última geração, mas precisam se sentir seguros e terem a certeza que serão aceitos mesmo se não forem os mais famosos da escola. Eles não precisam tanto de roupas novas e adereços caros, mas necessitam da certeza de que são lindos por dentro e por fora, são únicos e com uma personalidade especial. Não precisam tanto de elogios em publico, mas de conversas francas e particulares, sem acusações, inquisições ou desconfianças. Precisam saber que alguém está do lado deles, incondicionalmente. Precisam ouvir suas orações citando os seus nomes, sabendo que está sempre intercedendo por eles.

Enfim, não precisam que você seja importante, rica ou famosa, mas gostariam que, às vezes, você fosse apenas mãe!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

QUANDO OS FILHOS ESTÃO NA REDOMA DE ORAÇÃO


“Querida irmã Jane Esther,

Ainda não tive o privilégio de conhecê-la pessoalmente, apenas a vejo no sábado, às 8h da manhã, na TV Brasil, no Programa REENCONTRO.

Moro em Barueri, SP. Sou membro da Igreja Presbiteriana do Brasil, e estou no Ministério de Mães Unidas em Oração um pouco antes de ter o meu filho caçula hoje com quatro anos. Minha filha mais velha tem 10 anos, a do meio, 6 anos. Eu e meu esposo somos médicos e trabalhamos em um grande hospital aqui em São Paulo.

Participava de outro movimento de oração que eu pensava ser de Moms In Touch/Moms In Prayer International, devido ao livro que tinha lido da Fern Nichols, ”Todo Filho Precisa de Uma Mãe que Ora”, mas, quando ouvi o Programa REENCONTRO entrei no Site Internacional do Ministério de Oração de Moms In Touch / Moms In Prayer preenchi minha inscrição e, posteriormente a irmã entrou em contato comigo dizendo que a Sede do Ministério de Moms In Touch/Moms In Prayer na Califórnia, havia fornecido meu e-mail. Foi então que recebi todas as informações e agora sou Mãe Unida em Oração! Que privilégio! Que bênção!

O Grupo de oração se reúne em minha casa todas as 6ªs feiras, às 19h e tem sido uma bênção. Atualmente estamos em 12 mães de vários segmentos evangélicos. Dividimo-nos em três grupos um grupo na sala, um na copa e o outro na cozinha.

Como a irmã me orientou, começo com todas, e sempre destaco um dos atributos ou nome ou caráter de Deus e, em seguida nos dividimos para orarmos seguindo os Quatro Passos Para Oração. Deus tem feito uma obra profunda. Devido aos plantões no hospital eu e meu esposo fazemos rodízio para que não prejudique nossas reuniões. Desde que conheci o Ministério, jamais deixei de me reuni. A minha prioridade e de meu esposo são nossos filhos.

Irmã Jane Esther, o relato que passo a fazer agora, recebi da Diretora da Escola onde meus filhos estudam. A irmã pode publicar, gostaria apenas que não divulgasse os nomes, por proteção aos meus filhos e a escola onde eles continuam estudando...

Ano passado, minha filha do meio, com cinco anos, estava na escola. Era uma quinta-feira pela manhã. Na escola trabalhava um rapaz, portador de necessidades especiais. Este rapaz funcionava como um monitor, ajudando na disciplina do pátio. Ele viu quando um professor saiu com uma menininha para os fundos da escola. Na sua inocência o rapaz achou estranha a atitude daquele professor e foi procurar a diretora para falar o que tinha visto. Naquele momento, a diretora estava em reunião com alguns professores. Ele fez sinal para diretora, que queria falar com ela e estava muito nervoso. Imediatamente ela se levantou e foi ver o que ele queria. Ele, então, disse o que tinha visto minutos antes. A diretora se dirigiu aos professores pediu licença por um minuto e foi ao local indicado pelo rapaz. O almoxarifado ficava um pouco distante da sala da diretora. Na hora que ela entrou no almoxarifado, encontrou a menininha sentada em uma mesa, com a saia levantada e o professor abrindo o zíper. Ela quase morreu de susto. Percebeu que estava diante de um professor pedófilo!

Imediatamente, sem alarde ela tomou as providências inerentes aquela situação terrível... Logo após, ela telefonou para mim, que estava no hospital, e pediu para que eu fosse a Escola... Assim que cheguei a diretora me colocou a par de tudo que tinha acontecido... Aquela menininha, irmã Jane Esther era a minha filha, minha filha!

Comecei a chorar de emoção por sentir o grande amor de Deus para com a minha filha. Por ter preservado a integridade física dela, pelo livramento!

Glórias sejam dadas ao Senhor nosso Deus. Obrigada minhas queridas Mães Unidas em Oração! Nós Cremos no Poder da Oração! A nossa Arma é a Oração! O professor foi afastado e indiciado, enfim os tramites cabíveis. Tudo voltou ao normal.

Tenho clamado a Deus como diz divisa de nosso Ministério: “Derrama o teu coração com água diante do Senhor; levante a Ele as tuas mãos, pela vida de teus filhos”! Nada aconteceu porque os anjos do Senhor estavam cuidando dela. Deus tocou no coração daquele rapaz, tocou no coração da diretora e salvou minha filha daquele pedófilo. Deus seja louvado.

Por último, irmã Jane Esther, minha filhinha não tem noção do livramento de Deus. Perguntei depois a ela, porque ela foi com o professor até a salinha no fundo da escola e ela disse que ele tinha uma caixa de bombom para ela. Este professor era muito querido na escola e ninguém sabe o porquê da atitude dele. Meus filhos continuam estudando na mesma escola, pois o perigo está em todo lugar... Agora a vigilância está redobrada e todo cuidado ainda é pouco. Deus é fiel! Ele livrou minha filha! Aleluia!

Para terminar, quero dizer que meses antes, eu e mais seis Mães Unidas em Oração estivemos conversando com a Diretora da Escola sobre o Ministério de Mães Unidas em Oração, e que a base eram as escolas e que, por meus filhos estudarem ali, aquela escola estava na Rede Mundial de Oração. Ela não permitiu que fizéssemos nada na Escola. Voltamos para casa e eu telefonei para a irmã. A irmã disse que não era “por força, nem por violência, mas pelo Espírito Santo de Deus”. Que nós éramos instrumentos nas mãos de Deus é que, se Deus quisesse Ele iria mover o coração da Diretora. Disse que continuássemos orando, pois, Deus iria fazer uma grande obra ali...

Foi o que aconteceu, irmã Jane Esther. Quem pode esquadrinhar os desígnios de Deus? Quem pode alcançar o que Ele quer fazer?

Hoje, a Diretora abriu as portas da Escola para o Ministério de Mães Unidas em Oração! Deus seja louvado!

Mães, não deixem de colocar seus filhos na Rede Mundial de Oração, pois quando nossos filhos estão na redoma de Oração, o inimigo não tem nenhum poder sobre a vida deles!

Irmã Jane Esther, muito obrigada por todo apoio.”



L. M. T. Almeida

(Mãe Unida em Oração - Barueri, SP)
Setembro de 2012

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

ENTREVISTA COM A COORDENADORA NACIONAL DE MOMS IN PRAYER INTERNATIONAL / MÃES UNIDAS EM ORAÇÃO NO BRASIL, JANE ESTHER

Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa
Entrevista realizada com Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa, Coordenadora no Brasil do Ministério Internacional Moms In Prayer.

Atualmente o Ministério está em 146 países e no Brasil está em todos os 26 Estados e no Distrito Federal.


1. Fale um pouco a respeito de Mães Unidas em Oração?
Fern Nichols

Em 1984, em Bristish Columbia, Canadá, Fern Nichols, com os filhos entrando na adolescência, sentiu a necessidade de orar por eles. Pediu a Deus que lhe enviasse uma companheira de oração que tivesse a mesma preocupação em relação aos filhos. Deus lhe deu Linda Driedeger e na semana seguinte, aconteceu a primeira reunião de oração. Assim surgiu Moms In Touch Internacional, hoje Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração, um Ministério que tem influenciado mulheres do mundo todo.


Élica Braga Almeida
No Brasil, o Ministério, chegou em 1994, na cidade de Sorocaba e Rio de Janeiro através de Elica Braga Almeida que traduziu nosso Livreto, junto com o Pr. Ebenezer Carlos dos Santos, que na época pastoreava a Igreja Batista Memorial na Tijuca, Rio de Janeiro, RJ; Pr. Isidoro Lessa de Paula, que era Ministro de Música Sacra da Primeira Igreja Batista de Niterói, RJ, casado com a americana Barbara Jones de Paula.


Heloiza Helena Ribeiro de Amorim Pimentel
Os grupos foram surgindo e, tempos depois, em 2003 a Prof.a Heloiza Helena Ribeiro de Amorim Pimentel foi visitar sua filha Laura Ogi que mora na Suíça. Lá conheceu o Ministério de Mães Unidas em Oração ficando impressionada. Foi contagiante! Ela trouxe o ministério de Oração para o Brasil. 

Começou com um grupo, e os grupos foram sendo formados, assumindo a coordenação do Ministério. Em 2009, a Prof.a Heloiza Helena, por motivos de saúde na família transferiu a liderança para Prof.a Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa.

2. Por que você decidiu se dedicar a um ministério que trabalha especificamente com mulheres que são mães e cristãs? Qual é a sua história dentro do ministério?


Quero deixar aqui registrada que toda a minha trajetória de vida tem a influência de meus pais: Pr. Ismael Gomes de Souza e minha mãe Diaconisa Dulce Monteiro de Souza. Ambos servos de Deus que dedicaram suas vidas ao Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, lutando, sofrendo e alcançando vitórias inenarráveis.

Voltando um pouco ao passado: Quando eu estava na adolescência, meu pai sofreu um atentado no púlpito da Igreja Batista em Barão de Aquino, localidade da minha infância e adolescência entre as cidades de Nova Friburgo e Sumidouro, interior do Estado do Rio de Janeiro.. Foram momentos terríveis. Em um dos momentos, daquele dia fatídico quando meu pai saiu cambaleando de dentro da igreja e caiu na entrada da casa que ficava nos fundos da igreja (casa que ficávamos nos finais de semana), aguardando por socorro... Vi minha mãe, indo, rapidamente para o quarto. Fui atrás dela e, ouvi ela balbuciar: “Meus Deus, me dê forças neste momento de tanta dor, desespero. Me oriente. Me sustente.” Ela só disse isso e voltou para perto de meu pai... Bem, isto é uma longa narrativa.

Foi a atitude de minha mãe que me tocou profundamente. Vi nela total amor, dedicação, submissão, confiança e entrega a Jesus Cristo! Nunca me esqueci daquele momento. Vi a ação de Deus em nossas vidas...

(Um parêntese: O homem que atirou em meu pai, estava drogado. Não sabe porque atirou nele. Foi condenado e, depois de 8 anos morreu na cadeia com câncer generalizado. Papai sofreu o atentado aos 50 anos de idade e, apesar de tantas lutas, viveu mais 37 anos e faleceu no dia 24 de janeiro de 2013, aos 87 anos.)

Não sabia que mais tarde Deus iria usar aquele momento para eu entender o amor d’Ele e do que Ele é capaz de fazer quando uma mãe ora!.

Voltando a pergunta: Quando morei no EUA, na igreja que frequentava tinha Moms In Touch International. Após voltar, conheci pessoalmente o Reverendo Isaias de Souza Maciel. Comecei a participar das Reuniões da OMEBE – Ordem dos Ministros Evangélicos no Brasil e Exterior. Foi feita uma reunião com algumas mulheres para revitalização do DEFE – Departamento Feminino da OMEBE. A Profa. Heloiza Helena apresentou o Ministério para todos nós. O Reverendo que ficou impressionado com a missão do Ministério dando totalmente apoio Profa. Heloiza Helena, que assumiu a Coordenação do DEFE. Foi então que conheci toda a abrangência do Ministério

Em 5 de fevereiro de 2009, eu e meu esposo, Pr. Joaquim de Paula Rosa fomos convidados pela irmã Heloisa para irmos em sua casa. Na ocasião seu esposo, o nosso querido Pr. Belardim Pimentel estava conosco. Depois de conversarmos, a irmã Heloiza nos convidou para irmos a uma sala reservada e lá nos disse que não tinha mais como continuar a frente do Ministério e que Deus a havia orientado a transferir a liderança do Ministério , que na época chamava Mães em Contato, hoje Mães Unidas em Oração, para mim.

Na hora eu disse NÃO, pois me sentia e ainda me sinto sem condições de fazê-lo. Argumentei com ela: “A irmã conhece tantas mulheres, tantas esposas de pastores que poderiam realizar esta missão? “- Ela apenas me disse: Deus me orientou a entregá-lo a irmã!

Meu esposo, Pr. Joaquim de Paula Rosa, abriu na hora a Bíblia e começou a ler Josué 1:1-

9. Na hora que ele leu o versículo 9: ”Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. 

Naquele momento senti um grande temor, um arrepio que desceu pelo meu corpo, meu coração disparou, senti um frio nas mãos, sabia que Deus estava comigo, que não deveria temer. Ele falou ao meu coração. Ele me revestiu de um amor sem limites pelas mães do Brasil e do mundo. Sabia que estava diante de uma grande missão, grande responsabilidade, e que eu não poderia temer. Naquela saleta, lá em Campo Grande, Rio de Janeiro, no cair da tarde daquele dia aceitei a tarefa grande comissão! Heloiza, eu e meu esposo, oramos! 


No dia 4 de março daquele mesmo ano assumiu o trabalho em uma reunião na OMEBE – Ordem dos Ministros Evangélicos no Brasil e no Exterior e recebemos a visita da representante de Moms In Touch Internacional, hoje Moms In Prayer International, Maria Tereza Canha. 

Durante 4 anos fui sendo observada e no dia o dia 9 de maio de 2013, veio ao Brasil a Vice-Presidente de Moms In Prayer International, Marlae Gritter e a Diretora dos Ministérios de Campo Sally Burke.. Após intenso treinamento, guindou ao cargo de “Country Coordinator” - (Coordenadora de País). Hoje Sally Burke é nossa Presidente Mundial.

Todo este caminho foi direcionado por Deus. O espaço é pequeno para narrar tantas bênçãos!


Quero deixar registrado o apoio irrestrito que tenho recebido meu esposo Pr.  Joaquim de Paula Rosa na condução do Ministério no Brasil.

2 - O ministério reúne mães que se dedicam em oração por seus filhos e escolas, mas também mulheres que adotam meninas e meninos em oração (sendo mães biológicas, ou não), entendendo que a maternidade pode se dar de forma espiritual, para formar uma nova geração comprometida com Deus?


Com certeza. A mãe espiritual é referência de carinho para seus filhos. A maternidade espiritual é fecundada aos pés da cruz e me ensina que a vida é obra da gratuidade de Deus.

Também faz parte da vocação de ser mãe espiritual a sabedoria, a renúncia e a coragem de dar de graça o que de graça recebemos. Os filhos são de Deus primeiramente, portanto, cuidar e sofrer com eles significa amar até o fim. Filho é filho!

A herança de uma mãe espiritual é uma guerra travada com o inimigo, porque é um ato de amor na formação do caráter, gerado em cada um dos filhos adotado. Não é tarefa fácil, é com oração, lágrimas, súplicas e muita dedicação. Mas vale a pena, porque o resultado é: salvação, libertação, alegria e paz.

3 - Você se considera uma mãe de oração e uma mãe discipuladora?

Sim! Deus tem colocado diante de mim uma responsabilidade de orar pelos nossos filhos e escolas do Brasil e ao mesmo tempo dar suporte espiritual. Tenho filhos espirituais.

Quando Deus pinça, chama, toca uma mãe, sabemos que ali está uma mãe em oração. Ela já é um diamante que será burilada, trabalhada, lapidada, treinada e se tornará em um brilhante iluminando por onde quer que vá outras mães, para novamente transformá-las em novos diamantes e, assim sucessivamente. É assim que treinamos nossas mães em nossas reuniões.

A mãe passa a ter a FÉ que o Dr. Philip Harris definiu bem e que o Pr. Joaquim de Paula Rosa traduziu para o português: A FÈ que vê o invisível. A FÉ crê no incrível. A FÉ que recebe o impossível. Aleluia!

4 - Sempre em contato com muitas mães, quais são as maiores necessidades e os maiores desafios que percebe nelas hoje?


Muitas mães que estão passando por sérios problemas com seus filhos e precisam de apoio. São filhos envolvidos com: roubo, trafico de drogas, vícios diversos, gravidez indesejada, pedofilia, .... A maioria dos e-mails que recebemos é de mães que estão pedindo ajuda para seus filhos que estão mergulhados nas drogas. A maioria começou a usar drogas através dos colegas e, em sua maioria, nas escolas, Universidades e , em alguns casos no trabalho.....

O Ministério Internacional Mães Unidas em Oração é:

1. PREVENTIVO oramos pelos filhos, netos e bisnetos que estão tendo uma vida normal, abençoada. Oramos para que Deus os "blinde" e os guarde do mal;

2. CURATIVO – oramos pelos filhos, netos e bisnetos que estão com qualquer tipo de problemas e que estejam trazendo preocupação para os pais e responsáveis. Oramos para que Deus os cure e guarde e, finalmente;

3. CIRÚRGICO - oramos pelos filhos, netos e bisnetos cujas vidas já PAREÇEM "caso perdido". Pode parecer para nós. Mas, para Deus, não! Para Deus tudo é possível se houver "Mães Unidas em Oração" em favor desses "Pródigos". Eles vão voltar, com certeza. Cremos no Poder da Oração.

Como disse nossa Fundadora e Presidente, Fern Nichols: "Não pense que a oração é uma tarefa simples. É um grande trabalho. No entanto, as respostas de Deus, muitas vezes, nos surpreendem. Isso é que torna a oração tão emocionante."
Quando as mães se unem em oração, o poder de Deus opera de tal forma que o impossível acontece.

"Mãe cristã comprometida com Deus só deixa de orar pelo filho quando ela morre!" e "Nada, absolutamente nada resiste ao poder da oração!" (Jane Esther de Paula Rosa)


5 - Ser mãe é uma vocação?


A maternidade é o maior dom que o Pai Eterno conferiu à figura da mulher. Aquela que assume essa responsabilidade é digna de mérito Divino e de reverência humana. Ela é a fonte de onde emana o existir humano. E é este dom que confere o valor incondicional da vida humana! É a sublime celebração da transmissão da vida! Somente pela fé seremos capazes de compreender tamanho mistério. A condição existencial do “ser mãe” está imersa no Mistério Divino.

A palavra 'mãe' traz significados intensos ao nosso imaginário: as lembranças boas, as dificuldades, as brigas em família, o apoio, o abraço ou o desejo pelo carinho que nunca aconteceu. Todos esses pensamentos nos levam a perceber a vocação de uma mãe: amor incondicional e presente.

Mas podemos observar que a vocação de ser mãe é muito mais do que gerar biologicamente uma pessoa, é cuidar amorosamente de alguém que tomou para si como filho. Mais do que o fruto do seu ventre, ser mãe é tomar para si a responsabilidade pela vida, pela educação, pela criação de alguém.

A mãe dos nossos tempos enfrenta todas as adversidades e desafios que a sociedade lhe impõe, mas seu amor é fiel e ela é zelosa na missão que escolheu e com a qual foi presenteada.

É por isso que, hoje, a lembrança vai para a mulher que é mãe nas mais diversas situações: 


  • aquela que gerou o filho em seu ventre, biológica;
  • aquela que é mãe adotante, do coração – que optou pela adoção como gesto de doação e entrega;
  • aquela que é mãe espiritual, que mesmo não tendo filhos biológicos e adotivos, cuida dos filhos espirituais como se fossem, de fato, seus filhos.

Ser mãe é sim, uma vocação!

6 - Qual é a dinâmica do ministério no Brasil?

A participação no Ministério Internacional, tanto no Brasil, quanto em quase 200 países é a mesma. Começa como "Mãe Intercessora Individual”. Tão logo ela sinta o toque do Espírito Santo para ser uma Mãe Unida em Oração, ela entra em contato com o Ministério.

Nossa divisa está em Lamentações 2:19: "Derrama o teu coração como água diante do senhor; levanta a Ele as tuas mãos, pela vida de teus filhos.” (Lamentações 2.19)

A nossa visão é cobrir todas as escolas do Brasil e do mundo por uma rede de proteção espiritual através das orações de suas mães, sendo um apoio positivo e forte incentivo para que os filhos, suas escolas e seus colegas sejam guiados por altos valores bíblicos, morais e éticos.

Temos como missão encorajar duas ou mais mães biológicas, adotantes, ou espirituais, comprometidas a se reunirem, regularmente, uma vez por semana e orar durante 1 hora, em favor de seus filhos, suas escolas, seus colegas, seus professores, funcionários, diretores e todas as demais pessoas que tenham alguma influência sobre eles, tanto nas escolas quanto na sociedade em geral.

Temos os seguintes propósitos:

  • Orar para que os filhos recebam a Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas e que permaneçam firmes na fé.

  • Perseverar em oração em favor dos filhos, seus colegas, professores, diretores e funcionários para que se convertam a Jesus Cristo como Salvador e permaneçam firmes na fé.

  • Orar para que as escolas, diretores, professores e funcionários, onde nossos filhos estudam possam ser guiados por altos valores morais e bíblicos.

  • Encorajar e apoiar as mães que carregam fardos pesados pelos filhos e familiares pródigos.

  • Exercer uma influência positiva e oferecer apoio espiritual às escolas.
7 - Como funcionam as reuniões, quando e onde são realizadas, e os treinamentos, etc?

As reuniões são de PGOs – Pequenos Grupos de Oração. Para formar os grupos, a mãe ora à Deus para que Ele envie outra mãe que esteja disposta a orar toda semana. Numa atitude de fé, a mãe deve convidar outras mães para orar, juntas, em favor dos filhos e de suas escolas. Os grupos são pequenos. Em média de 4 mães. Se passar de 4 o grupo deve bipartir.

Caso a mãe apresente algum obstáculo, para participar NÃO INSISTIMOS! A adesão ao Ministério é voluntária e de coração. Não é por “indicação” ou por “imposição”.

A mãe que é tocada pelo Espírito Santo para participar do Ministério Mães unidas em Oração não apresenta nenhuma desculpa, apenas pede as informações necessárias e faz sua inscrição!  
Ela está assumindo perante Deus o compromisso de Orar por pelos filhos cujos nomes ela colocou em sua Ficha. Por isso que nem toda mãe faz parte do Ministério. Os nomes vão para a Rede Mundial de Oração.

O compromisso de cada mãe, além de orar todos os dias será, orar 1 (uma) vez por semana, durante 1 (uma) hora, juntamente com mais duas ou três companheiras em favor de filhos, netos e bisnetos, de todas as idades, também separa de 3 a 7 minutos para orar diariamente no “A Sós Com Deus”. Temos o nosso Calendário Nacional de Oração.

Cada grupo define o melhor dia e da melhor hora semanal do encontro para orar pelos filhos e escolas. A oração pode ser feita no templo da Igreja, nos lares, na Escola, no trabalho, enfim, será de acordo com a necessidade de cada grupo.

Todas as mães oram pelas escolas deles (desde o Maternal até a Universidade), pelos colegas de turma e de escola, pelos diretores e reitores, pelos professores, pelos funcionários das escolas e pelas demais pessoas com as quais nossos filhos, netos e bisnetos convivem no dia-a-dia usando a Bíblia para guiá-las nessa tarefa, através dos “Os Quatro Passos Para Oração: Adoração e Louvor; Confissão de pecados; Ação de Graças e Intercessão”.

Lembrando-se sempre: o que for dito no Grupo de Mães Unidas em Oração fica no Grupo. É sigilo absoluto. É compromisso com Deus!

Não é um movimento, projeto ou reunião de mulheres.
Não faz parte de nenhuma instituição, organização, igreja ou denominação.
É evangélico, inter e supra denominacional.
Não está vinculado a nenhum grupo político de qualquer natureza.
É um Ministério Internacional de Oração! Uma missão! Um sacerdócio! Um compromisso com Deus da mãe de orar pelo seu filho biológico, adotante ou espiritual). Se o filho não estiver mais estudando, continua sendo filho.


Com relação aos Treinamentos de Líderes de Grupos, é só a líder entrar em contato conosco pelo e-mail: contato@maesunidasemoraçoo.org e receberá todas as informações sobre as normas e procedimentos para realizá-lo.

8 - Quais são as datas especiais do Ministério?

JANEIRO
Dia 9 – Dia Mundial de Jejum e Oração - Pelos filhos, Escolas e pelo Ministério no mundo.

MARÇO
Dia: 15 - Dia da Escola – Jornada Nacional de Oração Pelas Escolas.

MAIO - Mês de Mães Unidas em Oração no Brasil
Segundo domingo - Celebração do Dia das Mães
Último sábado do mês - Celebração do aniversário de MÃES UNIDAS EM ORAÇÃO no Brasil - “Levanta e Clama!

AGOSTO

Dia: 11 - Dia do Estudante – Dia Nacional de Oração Pelos Estudantes

AGOSTO
Dia: 22 - Dia Nacional do Coordenador Pedagógico

SETEMBRO
Terceiro Domingo - Dia Mundial de Oração Pelas Escolas.

OUTUBRO
Dia: 5 - Dia Mundial do Professor - Dia Mundial de Oração Pelos Professores
OUTUBRO
Dia: 12 - Dia das Crianças – Dia Nacional de Oração Pelas Crianças

OUTUBRO
Dia: 15 - Dia do Professor - Jornada Nacional de Oração Pelos Professores

NOVEMBRO
Dia: 12 - Dia do Diretor de Escola - Dia de Oração Pelos Diretores de Escolas.

9 - Últimas informações do ministério e agradecimento?

Deus não chamou uma organização, uma instituição, uma igreja ou uma denominação. Não!  
Deus tocou no coração de uma MÃE: Fern Nichols. 

Fern Nichols é autora de 10 Livros. Quadro deles traduzidos para o Português, sendo que um está esgotado.



  • O Livro: Todo Filho Precisa de Uma Mãe Que Ora, escrito por Fern Nichols, fundadora de Moms In Touch, atualmente Moms In Prayer / Mães Unidas em Oração no Brasil, é um best seller. No momento, encontra-se disponível em vários sites, com preços variados. Comprar a reimpressão de 2015 com logomarca do Ministério Mães Unidas em Oração.


  • O Livreto: Mães Unidas em Oração, com as orientações para realização das reuniões em Grupos, seguindo, biblicamente, Os Quatro Passos Para Oração está traduzido em 55 idiomas, inclusive para o Braille. Este livreto é para todas as mães que já estão cadastradas no Ministério. Em breve sairá uma nova edição revista e atualizada.


  • O mais recente Livro de Fern Nichols, "Orações poderosas para mães", foi lançado pela Editora Thomas Nelson e no momento, encontra-se disponível em vários sites, com preços variados. 


Após 30 anos, o Livro: “Todo Filhos Precisa de Uma Mãe que ora”, escrito por Fern Nichols é um Best Seller e está traduzido em vários idiomas. Nele Fern mostra como envolver e apoiar as mães biológicas, adotantes e espirituais, a orarem pelos filhos e escolas, através das orações persistentes e eficazes. Estimula, em cada mãe, o anseio por uma maior intimidade com Deus, superando a paralisia espiritual, eliminando o medo e transformando a perspectiva futura, cheia do significado de uma vida de oração pautada pela “fé, coragem e perseverança”. Assim, estarão preparadas para as batalhas espirituais que terão que travar para que seus filhos sejam guiados por altos valores bíblicos, morais e éticos. Comece agora. Seu filho agradece.

O Livreto: “Mães Unidas em Oração” está traduzido em mais de 60 idiomas. O livreto foi criado para ajudar as mães aprendem a orar e como começar um grupo de Mães Unidas em Oração. Ele descreve como o Ministério começou; a declaração de visão; missão; propósito; diretriz; o que significa Mães Unidas em Oração; dicas sobre como iniciar seu próprio grupo (com apenas duas ou mais mães!); os Quatro Passos Para a Oração; sugestões para o momento de oração; como orar por uma pessoa não convertida; declaração de fé, e muito mais.

O desejo de cada mãe comprometida com Deus é de estar envolvida na vida dos filhos através da oração, pedindo ao Senhor para protegê-los de danos, para ajudá-los a saber a diferença entre certo e errado, e para orientá-los na tomada de boas decisões.

No início, no ano de 2009, algumas pessoas foram imprescindíveis para mim: Rev. Izaias de Souza Maciel (OMEBE); Lucia Margarida Pereira de Brito (Secretária Executiva da União Feminina Missionária Batista do Brasil); Elza Santana do Vale (Redatora da Revista Visão Missionária); Pr. Flavio Vieira Lima e Helga Kepler Fanini (Programa REENCONTRO), Stefany Hellen (Designer Gráfico); Orli Bernardes (Jornal Nosso Tempo). Também não posso me esquecer das irmãs que me sustentaram em oração: Ester Heva, Sara Couto, Norma Couto e Dulce Monteiro de Souza. Mas principalmente sou grata ao meu esposo, Pr. Joaquim de Paula Rosa, pelo apoio incondicional!

Hoje, não teria como enumerar todas as pessoas que Deus colocou no meu caminho, durante estes 7 anos para que o Ministério chegasse até aqui. 

Deus levantou mães diamantes, que se tornaram brilhantes no Ministério no Brasil. Coordenadoras Regionais, Coordenadoras Municipais, Coordenadoras de Área, Coordenadoras nas Igrejas e Líderes, todas com seus PGOs- Pequenos Grupos de Oração. Mães que não medem esforços para cumprir o ide de Jesus, anunciando a todas as mães que tudo é possível ao que crê e que a causa de nenhuma de nós está perdida, pois Deus detém o controle de tudo. Aleluias!

Sou grata ao meu Deus pelo grande privilégio de serví-lo em Moms In Prayer International/Mães Unidas em Oração no Brasil, pois em nada tenho a minha vida preciosa para mim mesma, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus.
(Atos 20:24)
Agradeço a Assessoria de Imprensa do Ministério pela entrevista


INFORMAÇÕES E CORRESPONDÊNCIAS:

MÃES UNIDAS EM ORAÇÃO NO BRASIL 

Avenida Marechal Floriano, 143 – 4º andar – Centro

20080-005 - Rio de Janeiro, RJ

Telefones: (21) 3242-1778 / 98214-2870 / 99212-0548

Site Internacional: momsinprayer.org 

Site Nacional: maesunidasemoracao.org

Blog: maesunidasemoracao.blogspot.com.br 


ESTAVA FAZENDO TUDO ERRADO COM MINHA FILHA!


Sou mãe de três adolescentes. Um filho de 17 anos, uma filha de 15 anos e a mais nova de 12 anos. Passei por uma dificuldade muito grande quando a minha filha de 15 anos, que era muito tranquila, fazia parte do grupo de louvou da igreja Assembleia de Deus entrou no ensino médio.

Ela virou a cabeça. Ficou rebelde, não queria me ouvir, vivia em baladas com as colegas da escola, fugia de madrugada e, chegava de manhã, tinha vários namorados, um desespero. Meu esposo e eu não sabíamos mais o que fazer.

Eu não entendia porque daquele comportamento se tudo fizemos para que nossos filhos tivessem o melhor!

Eu não podia falar nada que me respondia agressivamente, e, só faltava me bater... Estava totalmente desnorteada...

Desesperada e com medo das consequências que minha filha poderia ter nesse caminho, usava a força e minha autoridade como mãe sem sabedoria alguma. Eu a obrigava ir à igreja comigo, não tinha a menor paciência, só falava com ela gritando. Como que podia aquilo acontecer comigo, visto que meus outros dois filhos eram totalmente diferentes em tudo...

Comecei a agir, pois fui falar com um líder de minha igreja e ele me disse que eu tinha que procurar ajuda... Conversei com algumas pessoas da área de adolescentes, mas nada resolvia...

Foi quando entendi que precisava de ajuda como mãe. Fui convidada por uma senhora para ir participar de um Chá na Sociedade Bíblica do Brasil, pois iria falar uma irmã sobre o Poder da Oração e que com certeza Deus iria me iluminar e me ajudar na criação de minha filha...

Quando cheguei, já tinha começado a programação e sentei mais atrás. Passados alguns minutos, a pessoa que me convidou não foi... Senti-me muito deslocada... Mas o Espírito Santo me incomodou para eu ficar e ir sentar mais a frente. Assim fiz...

Quando foi dada a palavra a preletora, irmã Jane Esther de Paula Rosa, ela falou sobre a Fé que vê o invisível e recebe o impossível. Citou algumas mulheres da Bíblia que são referências para nós, dentre elas: Ana (que clamou a Deus para ter um filho), Ester (que jejuou e orou três dias pela libertação de seu povo) e Joquebede (que usou de estratégias para salvar a vida de seu filho Moisés)... Ela falava de tal maneira que não conseguia desviar meus olhos... Era como se eu estivesse hipnotizada.

Eu anotei tudo... Em dado momento ela disse: “- Mãe, ame seu filho... Tenha paciência com ele... Ele precisa de você... Não diga palavras de maldição sobre a vida dele... Não diga que ele é uma peste... Que ele não vale nada... Que a melhor coisa seria você nunca tê-lo concebido... Seu filho precisa de você. Diga que o ama.. Que ele é o melhor presente que Deus deu a você... Abençoe seu filho... Ore por ele... Deus vai entrar com providências e vai mudar seu filho... Creia... Creia... pois nada resiste ao poder da oração Exatamente assim que ela disse.

Tão logo terminou a reunião fui falar com ela... Que bênção. Ela me explicou sobre o Ministério Mães Unidas em Oração, como funcionava... Não perdi mais tempo. Fiz minha inscrição, recebi todas as informações e comecei a agir e entrar na batalha espiritual pela vida de minha filha...

Convidei outra mãe e ela aceitou orar comigo, e assim começamos nossa batalha em oração juntas. Telefonei para ela e ela me auxiliava, com orientações e oração! Eu seguia as orientações...

Ao nos reunirmos para orar, sempre ouvia uma palavra de fé, e a cada orientação fui aprendendo a lidar com minha filha.

Primeiro houve uma mudança dentro de mim. Fui tendo sabedoria em lidar com ela... Passei a fazer Os Quatro Passos da Oração e entender o propósito de oração junto com as outras Mães Unidas em Oração.

Foi então que comecei a ver uma mudança muito grande em minha filha. Abandonou as más amizades e a vida errada que estava vivendo. Hoje minha filha, por sua própria vontade vai comigo para igreja e eu estou muito feliz!!

Sou muito grata por fazer parte do Ministério Internacional Mães Unidas em Oração, pois tenho aprendido muito.

Como mãe, hoje sei que tinha que mudar a forma como a tratava minha filha. Eu estava fazendo tudo errado!

(Tereza Cristina Martins Bittencourt – Líder de Grupo de Mães Unidas em Oração no Rio de Janeiro, RJ)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

12 DE OUTUBRO - DIA DAS CRIANÇAS! DIA NACIONAL DE ORAÇÃO PELAS CRIANÇAS

Homenagem ao Dia das Crianças!

Para comemorar essa data açucarada, estamos postando este poema da autoria de Ruth Pessanha Viana, Mãe Unida em Oração e Membro da Academia Evangélica de Letra do Brasil.
Deixamos nele o nosso beijo carinhoso a toda essa turminha miúda que enche de alegria nossos lares, ao redor do mundo; que enfeita o nosso viver, mesmo antes de nascer!

Brincadeiras do meu recordar

Deixa o tempo passar!.....
Em qualquer lugar da terra,
crianças de todas as raças
continuam a viajar
nas gangorras das praças.

São crianças!
Aqui nessa aldeia, então,
num eterno carrossel,
percorrem o mundo inteiro
entre bolhas de sabão
e em naves de papel;
soltam pipas no ar,
chegam pertinho do céu!

Alguns rodam pião no chão,
outros preferem jogar botão;
às vezes jogam peteca,
brincam de "passar anel",
pulam corda e amarelinha,
pique-esconde, cabra-cega,
e formando imensa roda
fazem a maior arruaça.

Descobrem o "abracadabra"
e espalham bolas de gude
bem pertinho do açude,
numa tremenda algazarra.

Ali, à beira da estrada,
no intervalo dessa farra,
Joãozinho e Mariazinha
decoram a tabuada.

Sob um pé de laranjeira,
em meio à passarada,
Belinha e sua boneca
parecem estar encantadas
com os sons da cachoeira.

Por favor, gente, não me acorde!
Juntei-me à criançada
e não quero sair de lá!......

No Momento "A SÓS COM DEUS", escolha o tempo mais apropriado e, ore de 3 a 7 minutos pelas crianças do nosso Brasil!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

ENSINARÁS A VOAR

Ensinarás a voar ...
Mas não voarão o teu voo...
Ensinarás a sonhar ...
Mas não sonharão o teu sonho...
Ensinarás a viver ...
Mas não viverão a tua vida...
Ensinarás a cantar ...
Mas não cantarão a tua canção... <3 <3

Hoje é uma data especial, dia das crianças.
Não fique triste se hoje você não pode dar um lindo presente a seus filhos.
Substitua por mais atenção, mais carinho, mais amor.
Brinque, cante faça seus filhos felizes porque é esse amor e essa alegria que farão a diferença no futuro.
A Paz começa dentro do nosso lar.

Diz a Palavra de Deus em Colossenses 3: 20,21 "Filhos, obedeçam a seus pais em tudo, pois isso agrada ao Senhor. Pais, não irritem seus filhos, para que eles não se desanimem."

Deus abençoe você e sua família.


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

LEVANTA E TOMA POSSE DA CURA

Em 98 entreguei minha vida para Jesus. Ali eu começava uma nova caminhada. Não foi fácil, pois a porta do mundo é larga. 

Decidi que só iria namorar quando fosse para casar, estava com 20 anos. Em 2000 conheci meu marido, e em 2002 casamos. No início passamos por várias lutas, até quase nos separamos, mas Deus não permitiu, pois sabia que eu iria precisar dele ao meu lado.

O tempo foi passando, e já estávamos cansados de ser só nós dois,então desejamos ter um filho. Eu estava já com 32 anos. Em 2010, no início do ano, fui à ginecologista fazer um check-up completo. Fiz vários exames.

No dia em que fui buscar os resultados dos exames fui encaminhada para uma psicóloga que iria me entregar tudo. Para mim estava tudo bem. Tudo normal. Ela começou a fazer várias perguntas, e foi me sondando... Num determinado momento ela me disse que eu tinha o vírus do HIV. Na hora não acreditei, ri até, imagina “eu”? Na hora o orgulho apareceu e o egoísmo também.

Bem, a realidade era aquela. Os exames estavam dizendo isso. Ela me convenceu e, então eu pensei: “- Foi o meu marido. Pronto, vou morrer logo!” Queria sumir do mundo naquela hora. Passei um ano de angustia e ao mesmo tempo me enfurecia com o inimigo e guerreava contra ele. Foi uma batalha!

Bem, meu marido fez os exames necessários. Em 8 anos de casamento ele não contraiu o vírus de mim. Esse foi um milagre. Decidi me levantar e não me entregar, busquei mais e mais Deus, quando achei que estava tudo bem tive que começar a tomar o coquetel em 2011.

Desmoronei, novamente; já me via em cima de uma cama seca e morrendo. Mas Deus me deu uma palavra em João 11:4 “Esta enfermidade não é para a morte e sim vida, para que Deus me use”. Tomei posse!

Fui fazendo o tratamento por obediência. Eu fazia meus exames de 4 em 4 meses...

Em 2012, no mês de janeiro fui a um retiro espiritual determinada a vir de lá curada, pois eu clamei a Deus para que Ele me curasse!

No mês de maio de 2012, fui fazer meus exames, como sempre, de 4 em 4 meses e, quando a médica abriu disse que o resultado havia dado NEGATIVO para HIV. Glorifiquei a Deus ali mesmo e, vi que Ele é fiel! Ele tinha me curado em janeiro no retiro. Meu Deus atendeu minha súplica, o meu clamor e curou!!!

No Dia das Mães, Deus usou minha irmã para profetizar que Ele estava me dando um presente no meu ventre. Neste culto dei o meu testemunho da cura do vírus HIV... Meses depois recebi outra confirmação de um pastor de fora, ele via um bebê nos nossos braços... Tomamos posse da bênção!

Deus usou este método, esta maneira para fazermos vários concertos em nossas vidas e quando estávamos prontos, no mês de setembro Ele me deu a palavra em Isaías 7 – A vinda do Emanuel. Foi tremendo, comemoramos muito.

Para cumprir a palavra de Deus, eu engravidei, e meu filho veio com este nome, Emanuel! Fiz todo o acompanhamento do pré-natal e os médicos ficaram admirados com meus exames, pois nem anemia me deu, estava 100%. Foi uma gravidez muito tranquila, nem enjoo eu tive. Quando as coisas são de Deus é completo! Quando Deus faz é completo!

Até hoje não precisamos comprar uma peça de roupa para o Emanuel, ganhamos tudo. Quando ele nasceu fizeram os exames nele também, pois os médicos não acreditavam na minha cura, e todos os três exames que ele teve que fazer deu negativo também! Tudo para a glória de Deus!

Aprendi que devemos ser determinadas. Quando Deus fala: “- Levanta-te e anda”, não duvide! Levanta e toma posse da cura, pois o que Ele fala, Ele cumpre!

Deus ia só me mandando adorá-lo, e continuo fazendo isto até hoje e para sempre! 

Amém!


Meu filho Emanuel é uma bênção. Ele já prega e fala de Jesus para todos com muita ousadia!

Tenho muita alegria de ser Mãe Unidas em Oração. Eu creio no Poder da Oração!




Cassiane Hillesheim Fontoura
Mãe Unida em Oração em Barra Velha, SC 
(Testemunho publicado com permissão da mãe)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org