Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

MÃES EM CONTATO VISITAM ESCOLA EM ITAPIRA, SP


Olá irmãs, a  paz do Senhor.

Ontem estivemos na escola que o nosso grupo é responsável por orar. Falamos com os professores, contamos um pouco do trabalho e entregamos as lembrancinhas.










Na foto eu (Siloé)  e a irmã Ivonete aparecemos abaixadas Eu de blusa azul e ela de blusa estampada.

Foi muito legal, eles ficaram felizes, agradeceram a lembrança e as orações, pois, disseram que precisam muito. Um abraço. Fica na Paz do Senhor!

Siloé de Souza Alves Adôrno
(Coordenadora de Mães em Contato - Itapira, SP)


TODO CUIDADO É POUCO!


Queridas irmãs,

Sou muito grata ao nosso Deus por fazer parte deste tão importante Ministério de Oração que é Mães em Contato. Participo dele há quatro anos, quando estava grávida de minha terceira filha.

Tenho participado com carinho do meu grupo,enviado, mensalmente minha oferta, pois sei que o Ministério precisa. Tenho recebido e assumido com responsabilidade os pedidos de orações enviados por e-mail. Também já fiz vários e quero dizer que o Senhor já respondeu muitos deles, mas quero destacar o que Deus fez na vida de minha filha Mariana.

No dia 12 de outubro, por ser feriado, pela manhã, meu esposo aproveitou para gravar vários documentos importantes do escritório em seu pen drive. O objeto era tão pequeno que chamou a minha atenção. Falei com meu esposo que somente Deus para dar ao homem tamanha capacidade e inteligência para fazer algo tão impressionante. Minha filha caçula (Mariana) de 4 anos estava perto dele. De repente, numa fração de segundos, ela colocou o pen drive na boca e, engoliu. Meu esposo levou um susto imenso e começou a tremer de desespero. Não conseguia nem explicar o que tinha acontecido. Com muito custo compreendi e imediatamente fomos para o hospital. Chegando lá foi feita uma radiografia que mostrou o pen drive no estômago de minha filha. Ficamos apreensivos. O médico disse que teríamos que aguardar as próximas horas e nos liberou. Fomos para casa Durante aquela tarde eu telefonei para as minhas irmãs Mães em Contato e pedi que orassem. Na manhã seguinte minha filha evacuou, mas o objeto não saiu. Ficamos preocupados. Voltamos ao hospital e foi feita outra radiografia. O pen drive estava no intestino grosso. O médico pediu para darmos a nossa filha alimentos com fibras. Assim fizemos durante todo o dia. No dia seguinte, nada aconteceu. Telefonamos para o médico e ele disse para aguardarmos mais um pouco. No dia seguinte, nada aconteceu. Continuamos orando e pedindo a Deus que entrasse com providências. Foi feita outra radiografia e o objeto já estava no intestino delgado. Havia uma grande preocupação por causa do pulmão. No dia seguinte, o pen drive saiu. Foi um susto. Agradeço a todas que oraram por minha filha Mariana.

Matilde Ferreira Goulart
(Mãe em Contato – Rio de Janeiro, RJ)

APENAS UMA BALA!


Prezadas irmãs,

Sou Mãe em Contato Intercessora Individual. Conheci o Ministério há pouco tempo através do Programa REENCONTRO na TV Brasil, no Momento de Mães em Contato. Enviei um e-mail, recebi minha Ficha de Matrícula e também a Ficha de Cadastro de meus filhos e suas escolas. Já recebi meu ID. Tenho orado incessantemente pela escola de meus três filhos. Ainda estou aprendendo a colocar meus filhos no Altar do Senhor. Não tinha este compromisso. Orava, mas não com compromisso.... Agora, não deixo de orar por eles.....

Semana retrasada, minha filha mais nova de 11 anos, na hora do recreio foi comprar doces pela grade da escola com ambulantes que ficam na calçada. Dentre eles estava um rapaz que ofereceu balas. As demais colegas não compraram balas e, sim, outros doces. Minha filha comprou.  Ela colocou a bala na boca e logo em seguida, após engolir um pouco do doce da bala, sentiu uma tonteira e caiu. A bala caiu de sua boca. As colegas chamaram a professora que, em seguida, levou minha filha para o hospital. Lá, após fazerem um exame de sangue, ficou comprovado que a bala estava com drogas. Minha filha está bem, graças a Deus, mas foi um momento muito preocupante. Escrevo estas linhas para que as Mães do Brasil fiquem atentas....

Sandra Regina Cerqueira
(Mães em Contato – São Luis, MA)

sábado, 16 de fevereiro de 2013

BOLETIM INFORMATIVO TRIMESTRAL (out-dez12)











TIROTEIO MATA 27 PESSOAS EM ESCOLA INFANTIL NOS EUA


Um tiroteio em uma escola fundamental deixou 27 mortos, entre eles 18 crianças, na manhã do dia 14 de dezembro, sexta-feira, na pequena cidade de Newtown, no estado americano de Connecticut, segundo fontes da polícia citadas pela TV CBS e pela agência AP.

O ataque, se essas cifras forem confirmadas, é um dos mais graves ocorridos em escolas nos Estados Unidos.

Um atirador, um adulto que portava duas armas, morreu, e seu corpo ainda está no local.

A imprensa também afirma que o atirador poderia ser o pai de um dos alunos. Segundo a AP, que cita uma fonte da polícia ele seria um homem de 20 anos "com laços com a escola".

A mesma fonte afirma que a polícia de Nova Jersey está vasculhando um endereço que teria relação com o crime.

A CBS, mais tarde, informou que um corpo teria sido achado nese local. Não há detalhes ou confirmação oficial.

Há relatos, não confirmados, da existência de um segundo atirador.

O tiroteio ocorreu na escola Sandy Hook, que tem alunos com idades variando entre 5 e 10 anos.

Pelo menos três pessoas ficaram gravemente feridas e foram levadas ao hospital Danbury, a 18 quilômetros do local, segundo autoridades locais citadas pelas TVs.

A chamada de emergência para a ocorrência ocorreu às 9h41 locais, segundo a polícia estadual.

Todas as escolas da cidade foram fechadas, e uma equipe da Swat foi mandada ao local.

A polícia estadual, que não confirmou um número de vítimas, disse que a escola foi vasculhada e agora está segura. Vários órgãos do governo estão agindo em conjunto.

Segundo a imprensa, muitos dos tiros teriam sido disparados em uma sala de jardim de infância. Testemunhas falam em mais de 100 tiros, segundo a CNN.

O jornal "Hartford Courant" afirma que uma classe inteira de alunos estaria desaparecida, mas não há confirmação dessa informação.

Uma foto do local, feita pelo jornal "Newtown Bee",mostra uma fileira de crianças assustadas sendo retiradas do local pela polícia.


 Imagens de TV mostraram a polícia e ambulâncias no local, e pais correndo em direção a escola.

"Foi horrendo", disse Branda Lebinski, mãe de uma aluna. "Todo mundo estava histérico, pais, alunos. Havia crianças saindo da escola sangrando. Eu não sei se eles foram baleados, mas eles estavam sangrando."

Uma mãe disse a Lebinski que um "homem mascarado" entrou no escritório do diretor, que teria sido baleado e ficado gravemente ferido.

Segundo a CNN, o diretor e um psicólogo da escola estariam entre os mortos.

A Casa Branca afirmou que o presidente Barack Obama está acompanhando a situação e que é hora de confortar as famílias das vítimas, não de discutir as implicações políticas.

Newtown é uma cidade de cerca de 27.500 habitantes, subúrbio da capital estadual, Hartford, e situada 128 quilômetros a nordeste de Nova York.